Notícias



Prefeito solicita autorização para financiar asfalto

Visualize fotos

O prefeito Rogério Pascon enviou à Câmara projeto de lei (PL), solicitando autorização dos vereadores para realizar operação de crédito junto à Caixa, no Programa Finisa - Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento – e asfaltar bairros e construir galerias de águas pluviais. Apesar de alguns vereadores serem contra o empréstimo, entendem a urgência das obras. Antes de votar o documento, todos concordam em discutir o assunto com o chefe do Executivo.

O PL 47, cujo teor é o empréstimo da “ordem de R$ 5 milhões, destinados ao recapeamento asfáltico nos bairros Jequitibás I, II e III, e Jardim D’Itália, e R$ 500 mil para galerias de águas pluviais”, deu entrada na 20ª sessão ordinária, realizada dia 3 de Dezembro. Outros PLs também entraram durante os trabalhos, todos do Executivo: o PL 48, que concede desconto de 10% para pagamento à vista do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), exercício 2020; o PL 49, para firmar convênio com a Associação Beneficente Solidárias das Acácias; e o PL 50, subvencionando entidades (Apeac, Lar dos Velhinhos, Federação de Bandeirantes e Absa).

Outro tema que mobilizou os legisladores foi lançado pelo presidente da Câmara, vereador Antonio Carlos Candido (Gordinho-PTB): a falta de informação sobre o condomínio residencial do Recanto Flafer. “Peço ao Prefeito e ao Secretário de Habitação que informe esta Casa o porquê as obras não começaram e quando terão início; muitos contratos já foram assinados e a casa própria é o sonho de muitas famílias; estão nos enrolando o ano todo”, cobrou Gordinho.

O assunto é pauta de vários vereadores há meses, sendo cobrado com mais ênfase por Reginaldo Pereira da Silva (Totó-PSC) e Levy Xavier Ferraz (Republicanos). Levy pediu esclarecimentos: “as pessoas que compraram os apartamentos têm direito à informação, inclusive, o Fundo de Garantia delas já foi debitado”; Totó concordou e disse que sempre é indagado por compradores perguntando se ele tem informações, “eu cobro toda sessão, mas não tenho respostas”.

Na ordem do dia, foram aprovados, em segunda discussão, o PL 33, do Executivo, que institui o Código Tributário; o PL Complementar 45, autoria de Levy Xavier, alterando a Lei 1629, que disciplina o parcelamento do solo urbano, determinando que 6% do solo de novos loteamentos de interesse social, sejam destinados a habitações populares; e a emenda aditiva ao PL 46, autoria do vereador dr. Marcelo (Marcelo Ferreira-PSD), obrigando o loteador a destinar uma área verde de 500 metros entre a ETE e o loteamento; todos por unanimidade. O PL 46, do Executivo, que amplia o perímetro urbano do Município, na Zona Sudoeste, foi aprovado por seis votos, dois legisladores foram contra: Levy e Totó seguiram o mesmo voto da primeira discussão, não concordando com a ampliação. Isaias Lino do Couto (PSC), não compareceu, está afastado, em licença médica.

Ainda foram aprovados alguns requerimentos. O 39, do Presidente da Casa, solicitando Prefeito que entre em contato com a empresa Rumo, para inserir Santa Gertrudes no projeto de modernização e ampliação da malha ferroviária, cujo investimento divulgado é de R$ 7 bilhões; o 40, reivindicando a construção de galerias de águas pluviais na Avenida Rêmolo Tonon; o 41, solicitando estudo para detectar todos os pontos de alagamentos na Cidade e construir galerias; o 42, apontando a necessidade de revitalização, urbanização, instalação de bancos e iluminação em todas as praças; o 43, considerando o estado precário do asfalto, pede recapeamento nas ruas dos bairros Jequitibás I, II e III, e Jardim D’Itália, “respeitando a lei que determina que o pavimento tenha, no mínimo, cinco centímetros de espessura, todos do vereador dr. Marcelo.

Indicações cobram: Gordinho quer instalação de cortinas nas salas de ginecologia do Hospital, reforma da piscina “Eliana Mungai” e no Cemitério Municipal, e, junto com Aécio Bisesto (Paraná-PTB), pede vistoria no bebedouro instalado recentemente no Hospital e “não está funcionando”; Paraná reivindica a construção de unidade de saúde para atender os moradores do Santa Catarina e Santa Gertrudes I e II; e Totó também quer que as praças sejam reformadas (bancos, calçadas, iluminação e pintura), corte de mato e poda de árvores.

Na tribuna, Alexandro Souza Vieira (Alexandro do Iporanga-PSC), cobrou a instalação do braço de iluminação no poste da Avenida 1, derrubado devido a acidente ocorrido há um ano; deixou claro que é favorável ao empréstimo para asfaltamento, “mas só se o Jardim D’Itália for contemplado” e quer “transparência no processo; vamos fiscalizar todas as etapas até a conclusão das obras, cinco bilhões é muito dinheiro”, frisou, explicando que parte do asfaltamento no Jardim D’Itália será pago pelo loteador. Levy compartilhou a preocupação: “quero que o Prefeito explique exatamente o que vai fazer com a verba, vamos fiscalizar”; e sobre o poste, desabafou: ”é um desrespeito, os moradores pagam pela iluminação e não têm, falta boa vontade, o Secretário recebe salário para servir a população”.

José Luis Vieira (Ratinho-MDB), lembrou que, junto com outros vereadores, reivindica o asfaltamento dos bairros há anos, e se mostrou preocupado com a verba destinada à construção de galerias, “acredito que não dá para fazer com 600 mil [Reais], precisa de um bom projeto para que a obra seja eficiente; tanto as galerias como o asfalto têm que ter qualidade”, disse Ratinho, contando que, segundo informou o Prefeito, o recapeamento no Jardim Paulista será executado com verba de emenda parlamentar. O Vereador afirmou estar feliz com o plantio de árvores, “é o cinturão verde se tornando realidade”; e não deixou de pedir melhorias no Santa Catarina, obras no viaduto Ruy Ribeiro de Almeida; reestruturação de cargos na Prefeitura; denunciou que “estão caçando pássaros, principalmente canários da terra, a Polícia Florestal precisa fiscalizar”; informou que em Rio Claro o pagamento de impostos já é feito com cartão débito/crédito e cobrou que seja implantado em Santa Gertrudes; e finalizou, avisando que, “em breve teremos novidades com relação a estrada Horácio Pascon”.

“Chato vir na tribuna e cobrar para cobrir buraco”, reclamou Levy, que pediu reparos no piso da Rua Jorge Senema com a João Vitte; solicitou que a ciclofaixa da Avenida Conde Guilherme Prates seja estendida até onde está localizado o Cristo e, se preciso, colocar tartarugas delimitando a faixa. Sobre o PL 47, Levy disse que, a princípio não é a favor de empréstimos, mas neste caso, as obras são necessárias e urgentes, mas indagou: “se em quase oito anos não fez por causa da falta de verba, como irá pagar o empréstimo se não tem recurso?”, e pediu a construção de galerias na Avenida Coronel Libertário Palumbo. Dr. Marcelo explicou que as parcelas do financiamento são acessíveis para a Prefeitura.

Totó disse que se fosse Prefeito não permitiria que uma empresa que prestou serviço e não foi eficiente, fazer outra obra sem “resolver o problema anterior, não entendo como deixam fazer um asfalto num lugar se não arrumou o outro que já está parecendo uma goma de mascar”. Também concordou que o empréstimo é necessário, mas “tem que fazer bem feito, com boca de lobo para não estragar o asfalto”. Reginaldo questionou o pagamento da taxa de iluminação, “se o serviço não é bem feito tira a taxa, a Cidade já está no escuro mesmo”; cobrou a construção de quadra esportiva: “a verba de mais de R$ 200 mil foi enviada pelo deputado Jeferson Campos”; e a manutenção de equipamentos do Hospital: “o bebedouro novo já está com problema, o ar-condicionado não funciona”; e reclamou que a Cidade está suja, com entulhos, e pediu providências.

O Presidente encerrou, explicando a Prefeitura não fez financiamento para recapeamento antes devido a dívidas anteriores que foram pagas, “agora pode assumir o compromisso”; afirmou que as ruas do Santa Catarina não ficarão limpas enquanto a transportadora e a cerâmica instaladas no local não pavimentarem as entradas; e voltou a frisar: “enquanto a Prefeitura não sanar os pagamentos dos precatórios, isso se tiver verba para pagar, não sobrará para investimento; o próximo prefeito não conseguirá governar, não vai ter dinheiro”.

A próxima sessão ordinária, a última deste ano, será dia 10 de Dezembro. As sessões acontecem no Plenário “Íria Hansen”, na sede da Câmara, localizada na Rua São Pedro, 400, Jardim Luciana, e são abertas à população. Os trabalhos são transmitidos ao vivo pela TV Claret - canal 45, e pela Rádio Excelsior Jovem Pan News 1410,0 AM, das 19 às 20h30.

Silvia Araujo – MTB. 16.659

Assessoria de Imprensa                

Câmara de Vereadores de Santa Gertrudes




Publicado em: 05 de dezembro de 2019

Publicado por: Silvia Araujo

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Fique por dentro

Outras Notícias

Abertura do comércio é discutida em plenário

21 de maio de 2020

A flexibilização do comércio é uma necessidade, segundo apontou a maioria dos vereadores, enfatizando que as medidas não devem ser iguais para todos os municípios e, em cidades menores, as regras d...

Leia Mais

Willian Bento solicita lavatórios móveis e é atendido

15 de maio de 2020

Atendendo solicitação do vereador Willian Bento (PTB), Santa Gertrudes tem lavatórios móveis instalados em pontos de maior movimentação de pessoas. A medida é mais uma forma de prevenir a dissemina...

Leia Mais

Aprovada verba para Lar dos Velhinhos e Apeac

14 de maio de 2020

Os dois projetos de lei (PLs), inseridos na ordem do dia da 9ª sessão ordinária, realizada dia 12 de Maio, foram aprovados por unanimidade em primeira votação: o PL 15, autoria de Levy Xavier Ferra...

Leia Mais

Legislativo homenageia profissionais da saúde e de serviços essenciais

08 de maio de 2020

A fachada do prédio da Câmara Municipal de Santa Gertrudes, que a cada mês “é pintada” nas cores das campanhas voltadas à prevenção de doenças, está iluminada na cor verde, uma homenagem dos veread...

Leia Mais

Apresentadas medidas preventivas à Covid-19

07 de maio de 2020

Preocupados com a disseminação do novo coronavírus, vereadores apresentaram novas medidas para evitar o contágio da Covid-19, como a distribuição de máscaras e higienização nas ruas e espaços públi...

Leia Mais

Legisladores temem pelos pequenos empresários

09 de abril de 2020

As consequências aos pequenos comerciantes do Município, devido às restrições a abertura do comércio, foram discutidas durante a 7ª sessão ordinária, realizada dia 7 de Abril. Com a proibição, os v...

Leia Mais

 

Copyright 2020 Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por: Sino Informática.