Notícias



Professora vai à tribuna e pede cumprimento da Lei

Visualize fotos

A redução da jornada de trabalho dos professores foi tema abordado por Renata Ribeiro, professora da Creche “Padre Quirino Volani”, na tribuna da Câmara, no dia 13 de novembro.

A Professora alerta para o não cumprimento da lei federal 11.738, de 2008, reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal, que definiu a jornada de trabalho para o quadro do magistério na proporção de 2/3 da carga horária em sala de aula e 1/3 para atividades de estudos, planejamento e avaliação; além de determinar sua distribuição, enfatizando que está falando “em nome de todos os funcionários públicos da Prefeitura que também buscam por melhorias no trabalho e aumento salarial como reconhecimentos pelos seus serviços prestados”.

Segundo Renata, o assunto já foi discutido com os responsáveis, “porém, insistem que não temos esse direito, contradizendo o próprio Plano de Carreira do Município”. Ela cita, entre vários descumprimentos, artigo da CLT que trata especificamente do professor e diz: “num mesmo estabelecimento de ensino não poderá o professor dar, por dia, mais de quatro aulas consecutivas, nem mais de seis intercaladas”, e afirma: “mesmo reduzindo nossa jornada, um dia da semana ficamos o dia todo com os alunos e nos demais, aproximadamente seis horas e outras três horas e 20 minutos quando retornamos na parte da tarde para dar banho nos alunos, que no entendimento deles, o banho é pedagógico”.

A Professora relata que no Plano de Carreira dos Professores de Santa Gertrudes, no artigo 59, “algumas faltas legais, que é – ou pelo menos eram para ser consideradas como dia de efetivo exercício”, mas que na avaliação de desempenho é descontado pontos, prejudicando a progressão de aumento salarial, como, por exemplo, “o trabalho nas eleições, em que o trabalhador não pode ter prejuízos como diz a lei”.

Em seu pronunciamento, Renata também afirma que tudo é feito para que “se tome as medidas necessárias”, se referindo várias às ações trabalhistas impetradas pelos professores contra o Município, enfatizando que, quando pedimos que a lei seja cumprida, a resposta obtida é que “cumpriremos apenas com ordem judicial”. E conclui: “Muito bem, Alguns estão fazendo sua poupança e a dívida da Prefeitura com os precatórios só aumentando. Espero que a Prefeitura busque soluções rápidas para evitar novos processos e indenizações”.

Mesmo antes do pronunciamento da professora Renata Ribeiro, o assunto foi pauta de vereadores em diversas sessões ordinárias. Preocupados, os legisladores pediram providências para evitar novas ações trabalhistas, afirmando que o valor total dos precatórios chega a R$ 5 milhões e inviabilizará investimentos futuros no Município.

Silvia Araujo – MTB. 16.659

Assessoria de Imprensa

Câmara de Vereadores de Santa Gertrudes




Publicado em: 20 de novembro de 2018

Publicado por: Silvia Araujo

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Fique por dentro

Outras Notícias

LDO aprovada em primeira votação. Emenda ao PL tem pedido de vistas

19 de junho de 2019

Na última sessão ordinária do semestre, a 15ª sessão do ano, realizada dia 18 de Junho, os vereadores da Câmara Municipal de Santa Gertrudes aprovaram, em primeira discussão, o projeto de lei (PL)...

Leia Mais

Habitação: vereadores questionam propaganda

13 de junho de 2019

O vereador Reginaldo Pereira da Silva (Totó-PSC), cobrou explicações sobre distribuição de planfletos em Rio Claro para venda de apartamentos no condomínio Recanto Flafer. Segundo afirmou, o terren...

Leia Mais

Ben 10 e Superpoderosas na batalha contra o frio

11 de junho de 2019

Com a chegada da estação mais fria do ano, a Câmara se engaja na Campanha do Agasalho da Prefeitura de Santa Gertrudes, realizada pelo Fundo Social de Solidariedade do Município, com apoio do Fundo...

Leia Mais

Código de Posturas começa com mutirão de limpeza

10 de junho de 2019

Vereadores, Prefeito e Secretário de Obras se reuniram na sede da Câmara, dia 11 de março, para discutir assuntos prioritários ao desenvolvimento sustentável da Cidade e buscar soluções para as nec...

Leia Mais

Fim do canudo plástico e de ar impulsionando o relógio de água

06 de junho de 2019

Vereadores da Câmara de Santa Gertrudes aprovaram dois importantes Projetos de Lei (PLs), autoria do legislativo. O primeiro (PL16, do vereador Dr. Marcelo - Marcelo Ferreira-PSD), proíbe o forneci...

Leia Mais

Alexandro entrega Moção ao Papai Noel Cláudio

27 de maio de 2019

O vereador Alexandro Souza Vieira (Alexandro do Iporanga-PSC), homenageou o senhor Cláudio Sérgio de Paula com Moção de Agradecimento e Reconhecimento, aprovada por unanimidade pelos demais legisla...

Leia Mais

 

Copyright 2019 Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por: Sino Informática.