Notícia

Home | Voltar

06/09/2017

Câmara quer antecipar devolução de verba à Prefeitura e injetar recursos na Saúde

Os principais assuntos debatidos durante a 19ª sessão ordinária, realizada dia 5 de setembro, foram a antecipação da restituição do duodécimo à Prefeitura pela Câmara e a retomada de “campanha” para que o trem chegue até Rio Claro, com parada em Santa Gertrudes. O início do pré-cadastro para aquisição de casas populares foi recebido com alegria pelos vereadores.

Através de ofício, o prefeito Rogério Pascon solicitou à Câmara a antecipação na devolução do duodécimo, que normalmente acontece em dezembro. Segundo o presidente da Câmara, Marcelo Ferreira (Dr. Marcelo-PSD), o Tribunal de Contas não aprova a devolução, mas também não tem uma legislação específica sobre o caso e, “pelo difícil momento econômico e a necessidade de injetar dinheiro, principalmente no setor da Saúde”, ele informou os vereadores sobre sua intenção em atender ao Prefeito e consultou os vereadores.

“Estou disposto a correr o risco e fazer a devolução o mais rápido possível, mesmo podendo sofrer alguma punição e, gostaria de aprovação de vocês. É por uma boa causa, é para a Saúde”, informou o Presidente da Casa. Nenhum vereador foi contrário à medida, mas Reginaldo Pereira da Silva (Totó-PSC) afirmou que fará o que a Lei determinar: “se puder concordo, se não puder, não!”. Washington Luiz Pereira (PSDB) foi incisivo no apoio e parabenizou o Presidente pela economia de gastos: “vamos juntos!”, concluiu; e Aécio Bisesto (Paraná-PTB) disse que a assinatura dele já estava no documento. Dr. Marcelo agradeceu e explicou que a redução de gastos só foi possível com a colaboração de todos os vereadores e convocou: “um por todos, todos por um! Se tivermos nove assinaturas teremos mais força, a população precisa desse dinheiro já”.

Ofício da Câmara Municipal de Limeira levou a retomada de uma antiga luta dos vereadores de Santa Gertrudes. Desde 2015, o legislativo local vem apoiando o manifesto iniciado pela Ordem dos Advogados de Rio Claro (OAB), para a inclusão de Rio Claro no projeto de Trem Metropolitano. De acordo com o projeto do Governo do Estado, nesta primeira fase, o Trem Regional Paulista ligará São Paulo, Campinas e Americana. Durante a sessão desta semana, a Câmara foi convidada a participar de manifesto de apoio para que o percurso siga até Limeira.

Dr. Marcelo anunciou seu descontentamento com a não inclusão da Cidade na rota do trem e convocou os colegas para discutirem o assunto e decidir se a Câmara apoiará o manifesto de Limeira, retomará a campanha para pressionar o Governo a expandir o trajeto ou trabalhará nas duas frentes.

Todos os vereadores se manifestaram a favor de o trem chegar a Rio Claro já nesta primeira fase do projeto, mas não descartaram se engajar no manifesto de Limeira. A maioria acredita que, se não for possível que a Cidade seja incluída nesta fase do projeto, “chegando até o vizinho município já ajudaria a população local”, analisou Willian José Bento (PTB). Washington avaliou: “todo trabalho que fizermos neste sentido é válido para pelo crescimento do interior; vamos amadurecer a ideia e se juntar a Rio Claro nesta briga”.

Durante os trabalhos, foram aprovados, em primeira votação, dois projetos de lei, do Executivo, solicitando abertura de crédito e alterando dispositivos das leis financeiras. Alguns documentos deram entrada na sessão. Willian está indagando a Secretaria de Saúde sobre a quantidade de doses da vacina contra febre amarela disponível. Totó solicita limpeza em terrenos da Rua 1, devido a infestação de escorpiões. Antonio Carlos Candido (Gordinho-PTB) pede providências devido a lama em frente as escolas “João Rufino” e “Ivone Palumbo” e campanha de vacinação contra raiva em animais. A compra de caminhões, um tipo “pipa” e outro para execução de serviços elétricos, são pedidos de Alexandro Souza Vieira (Alexandro do Iporanga-PSC) e, junto com Isaias Lino do Couto (PSC) assinam documento cobrando instalação de obstáculo na “entrada” da passarela entre o Jardim Parque Industrial e Jardim Paulista, na SP 316.

Na tribuna, Alexandro comentou que está estudando solução para acabar com o som alto; elogiou a equipe da Secretaria de Saúde e reivindicou a realização de um mutirão de endoscopia; e defendeu indicação 232, de sua autoria, onde pede a criação de um viveiro de mudas. José Luis Vieira (Ratinho-PMDB) parabenizou o colega e lembrou que há mais de uma década existe um projeto de lei criando o “Cinturão Verde”, mas não saiu do papel. Ratinho cobrou a instalação de mais coletores de lixo e comemorou o início do pré-cadastro para aquisição de casas populares. O Vereador informou que a inscrição pode ser feita pelo site da Prefeitura ou o interessado deve retirar a ficha pessoalmente.

Finalizando os pronunciamentos, Totó disse que várias pessoas o procuraram reclamando da falta de remédios e sobre receitas médicas inelegíveis; solicitou a compra de aparelho de Raio X, relatando que o aparelho disponível não está funcionando corretamente; e sugeriu que a Guarda Municipal seja responsável pelo monitoramento urbano.

A próxima sessão ordinária será dia 12 de setembro. As sessões acontecem no Plenário “Íria Hansen”, na sede da Câmara, localizada na Rua São Pedro, 400, Jardim Luciana, e são abertas à população. Os trabalhos são transmitidos ao vivo pela internet, TV Claret - canal 45, e pela Rádio Excelsior Jovem Pan News 1410,0 AM, das 19h30 às 21 horas.

Silvia Araujo – MTB. 16.659

Assessoria de Imprensa

 

Câmara de Vereadores de Santa Gertrudes




Publicada por em 06/09/2017

Receba as notícias da Câmara em seu email