Notícia

Home | Voltar

25/08/2017

Tribunal reorganiza zonas eleitorais

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo aprovou, em sessão realizada nessa terça-feira (15), a Resolução nº 413/2017, que dispõe sobre a reorganização da primeira instância da Justiça Eleitoral no Estado (rezoneamento) determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Serão extintas 32 das 425 zonas eleitorais, bem como remanejado o eleitorado entre zonas e municípios. Foi criada, ainda, uma zona eleitoral em Urânia, resultante do desmembramento da 152ª Zona Eleitoral – Jales. Não há alterações na capital.

O documento obedece à Resolução TSE nº 23.520/2017, diploma que define os critérios para a manutenção de zonas eleitorais em todo o Brasil.

Durante os estudos do rezoneamento, foram identificadas diversas oportunidades de melhoria na estrutura existente para promover a racionalização dos serviços e economia de custos operacionais, considerando as restrições orçamentárias do setor público.

Segundo o presidente do TRE, des. Mário Devienne Ferraz, “o eleitor não será prejudicado com as mudanças”. As zonas eleitorais extintas serão transformadas em postos de atendimento com estrutura e capacidade para atender às demandas da população.

A efetiva extinção das zonas eleitorais e o remanejamento dos eleitores ainda será regulamentado pelo Tribunal, tendo em vista a readequação das rotinas internas, no prazo de até 60 dias.

Confira abaixo o rezoneamento para Santa Gertrudes.

 

Santa Gertrudes

245ª ZE – Rio Claro

243ª ZE – Cordeirópolis

(Fonte site TER São Paulo)

A notícia repercutiu entre os vereadores da Câmara Municipal de Santa Gertrudes, que não aprovaram a “reorganização” que mudou a 245ª Zona Eleitoral de Santa Gertrudes, com sede em Rio Claro e, com a mudança, será transferida para Cordeirópolis.

Durante a 18ª sessão ordinária, realizada no dia 22 de agosto, o presidente da Casa, vereador Marcelo Ferreira (Dr. Marcelo-PSD) afirmou que a mudança trará transtornos para os eleitores e o ideal seria uma Zona Eleitoral em Santa Gertrudes, lembrando as muitas tentativas da Câmara em trazer o Cartório para Santa Gertrudes para realizar a biometria dos eleitores. “Na época da biometria, fizemos várias tentativas em trazer o Cartório para atender aqui, mas não tivemos êxito”. O primeiro secretário Willian José Bento (PTB) disse ter sido pego de surpresa: “nossa intenção é que Santa Gertrudes tenha seu próprio cartório”, acrescentando: “a medida dificulta o acesso da população, já que as pessoas usam muitos serviços em Rio Claro e não têm costume de ir para Cordeirópolis”.

Silvia Araujo – MTB. 16.659

Assessoria de Imprensa

 

Câmara de Vereadores de Santa Gertrudes




Publicada por em 25/08/2017

Receba as notícias da Câmara em seu email